Saiba algumas curiosidades do filme “O Exorcismo de Emily Rose”

André Zaady

Publicado em 20/10/2017 as 11:00

O filme “O Exorcismo de Emily Rose” foi dirigido por Scott Derrickson, co-produtor de "Lenda Urbana 2" e também diretor de "O Dia em que a Terra Parou". Considerado o primeiro filme do gênero terror, o longa-metragem é baseado na história verídica de Anneliese Michel, uma jovem alemã católica que passou pela mesma situação de Emily Rose nos anos 70 e acreditava ter sido possuída por, pelo menos, seis demônios. Tendo sido submetida a uma intensa série de sessões de exorcismo, um dos demônios mencionados por ela é "Belial", o príncipe dos infernos.

A voz da possuída é a real, obtida das gravações das sessões do exorcismo, o que ocasionou crises nervosas nas pessoas que assistiam ao filme nos cinemas. Devido à brilhante atuação de Jenifer Carpenter, nos intervalos, a equipe brincava sobre ela estar possuída de verdade.

A oração que o padre reza quando sente uma presença demoníaca foi escrita pelo Papa León XIII, quando, em uma missa, teve uma visão, em que o demônio pedia 100 anos a Deus, para destruir e corromper a humanidade. Dia a oração:

"São Miguel Arcanjo, defenda-nos na batalha. Seja nosso amparo contra a maldade e as armadilhas do demônio. Reprima-o, Deus, pedimos suplicantes, e tu, Príncipe dos Exércitos Celestiais, com o poder divino, lança ao inferno Satanás e os demais espíritos malignos que andam dispersos pelo mundo para a perdição das almas."

Junto com outros filmes que abordam o tema exorcismo, esse filme inspirou produções como "O Último Exorcismo" e "O Ritual". Vale a pena conferir!