Suicídio: Jovens estão tirando a própria vida e os governos não fazem nada, alerta Anderson

Por Juliana Paixão

Publicado em 04/09/2019 as 21:51
Gilton Rosas


Anderson de Tuca fez um alerta sobre a falta de campanhas de prevenção ao suicídio em Aracaju, na tribuna da Câmara Municipal de Aracaju. O parlamentar apresentou dados da Organização Mundial de Saúde, que mostram que o suicídio é a segunda principal causa de morte entre os jovens.

"A cada dia 32 pessoas se suicidam no Brasil. A maioria são jovens que tiram as suas vidas e pouco vemos campanhas educativas dos governos que previnam as causas”, comenta o vereador.

Anderson de Tuca ainda comenta que a depressão é uma doença séria, que atinge mais de 11 milhões de brasileiros. O parlamentar aproveitou para destacar a importância de grupos, como o AMI-SE. "Nosso grupo de auto ajuda não se restringe apenas a quem tem problemas com o alcoolismo e o uso de drogas, mas também às pessoas que passam por depressão. É sabido que uma das causas do desejo de morte que leva ao suicídio é a depressão”, destaca.



"Quase todos os dias vemos notícias que relatam casos tristes de jovens, de 14, 15 anos, que tiraram suas vidas, deixando famílias arrasadas. Não podemos ficar parados diante de um problema dessa gravidade", afirma. “Farei uma indicação à prefeitura de Aracaju para que ela ofereça mecanismos de ajuda, orientação e combate à mortalidade por suicídio”, fala.

Anderson de Tuca ainda destacou que uma palavra de conforto é importante em um momento difícil para quem sofre com o problema. "Quem precisar de ajuda pode buscar grupos, como o AMI-SE e também o CVV, que oferece apoio emocional e de prevenção ao suicídio".