Ver. Seu Marcos: “Ouvir dos próprios usuários que melhorou, o serviço está normalizado”

Por Assessoria de comunicação

Publicado em 01/04/2019 as 10:08

O trabalho de excelência e qualidade na prestação dos serviços prossegue na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Nestor Piva, na zona norte de Aracaju [através da gestão do Centro Médico do Trabalhador] que assumiu o controle administrativo e operacional após a decisão da Prefeitura de terceirizar a unidade para resolver o problema existente com os médicos e atender, principalmente a orientação do Tribunal de Contas do Estado de Sergipe (TCE).

Em dois meses de controle da UPA vários avanços já foram realizados, desde a implantação de sistema da classificação de risco (aprimorando a eficiência no atendimento), passando por adequações (viabilizando uma maior e melhor área para acolhimento/reestruturando a central de refrigeração) e, realizando parceria com a Guarda Municipal (possibilitando a implantação de uma estrutura da GMA na unidade), até a aquisição de uma ambulância para ajudar na transferência dos pacientes.

As novas ações são percebidas pela sociedade, seja através de visitas regulares do Conselho Regional de Medicina ou do Conselho Municipal de Saúde, através de pacientes que procuram a unidade para a realização de atendimentos, ou de parlamentares representantes do povo no legislativo que visitam o local para acompanhar o andamento e execução do atendimento à população aracajuana.

Na última quinta-feira, 28, por exemplo, o Presidente da Comissão de Saúde da Câmara Municipal de Vereadores de Aracaju, Ver. Seu Marcos, visitou de surpresa a UPA, e após conversa individual feita por ele junto aos pacientes, o mesmo pode constatar a eficiência e cuidado da nova gestão com a qualidade no atendimento.

“Ouvir dos próprios usuários que melhorou, dar um alívio. Encontrei uma escala de médicos clínicos disponibilizados em plena atividade e vários serviços em funcionamento. Desde a máquina de ultrassom até o laboratório”, afirmou o parlamentar.

De acordo com o vereador, a contratação do Centro Médico do Trabalhador para controlar o Nestor Piva foi importante para não deixar a população desassistida.

“Segundo conversa que realizei com pacientes o serviço está normalizado”, enfatizou.

Nos três meses que antecederam a terceirização (Outubro, Novembro e Dezembro) foram realizados quase 15 mil atendimentos). Já no período de quase 03 meses que a gestão da UPA vem sendo administrada pelo Centro Médico do Trabalhador já foram realizados quase 31 mil atendimentos. Retrato da qualidade do serviço e da comprovação da população, que tem procurado a unidade para a realização do tratamento médico.

Janeiro: 9.976 Atendimentos

Fevereiro: 12.398 Atendimentos

Março: 8.597 Atendimentos