Plástica na mama

Por Hermano Marinho

Publicado em 01/06/2017 as 16:30

A mama é um importante órgão para a mulher, pois além da função de lactação desempenha um importante papel na sexualidade e no seu aspecto estético. Diante desta constatação, as mulheres desejam sempre estarem em conformidade com o conceito da beleza da mama, e este sofre intensa influência dos valores culturais. Digo isto pois, existem diferenças do padrão de beleza nas diversas culturas, exemplos estes, que podemos verificar que nos Estados Unidos da América, a mama bela é uma mama grande, na Europa uma mama natural e pequena e no Brasil uma mama sem queda e sem flacidez, mas devido ao advento da globalização, hoje por exemplo, já percebemos um desejo das brasileiras por uma mama maior que em tempos atrás.


A cirurgia plástica da mama pode ser redutora, de aumento e de suspensão e sua indicação depende da queixa da paciente, podendo existir a necessidade de combinação de várias técnicas, somente decidido após consulta com o profissional e exame clínico e que associado ao conhecimento e experiência do cirurgião decidi-se por uma indicação cirúrgica.


Alguns cuidados devem ser tomados antes de submeter-se a uma cirurgia plástica e sem dúvida o primeiro é a escolha do profissional que fará a cirurgia. Escolher sempre um especialista em Cirurgia Plástica, aquele que fez especialização nesta especialidade e é registrado no Conselho Regional de Medicina, assim como ser associado à Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, este é o médico habilitado a fazer a cirurgia plástica da mama. Depois é importante a consulta e exame clínico com o profissional escolhido, definir a técnica apropriada e preparar para a cirurgia.

Nesta fase são necessários os exames pré-operatório, a escolha de um anestesista com experiência neste procedimento e um hospital licenciado para esta cirurgia. Finalmente, após a cirurgia são muito importantes os cuidados pós-operatórios, e segui-los fielmente é de fundamental importância para o resultado cirúrgico, tais como repouso com os membros superiores, não fazer força e não se expor ao sol.