Laércio toma posse defendendo a geração de empregos e a destinação de mais recursos para Sergipe

Por Assessoria

Publicado em 01/02/2019 as 20:35

Os deputados eleitos para a 56ª legislatura (2019-2023) da Câmara dos Deputados foram empossados nesta sexta-feira, em sessão no Plenário Ulysses Guimarães. O deputado federal Laércio Oliveira afirmou que esse é um momento muito especial para cada parlamentar que tomou posse. “O Brasil vive um novo tempo e as esperanças estão renovadas. Eu tenho compromisso de ser parte dessa construção e vou trabalhar para aprovar projetos importantes para o país, promovendo minha principal bandeira que é a geração de empregos”, disse Laércio.

O parlamentar afirmou ainda que vai trabalhar para a canalização de recursos para Sergipe. “Tenho uma construção feita na campanha que me fez o parlamentar com a maior proximidade com o governo do presidente Bolsonaro. Quero ser essa ponte para facilitar a chegada de recursos no meu estado para que os sergipanos possam viver dias melhores. Esse é o meu compromisso”, disse Laércio, que assim que tomou posse foi para seu gabinete onde reuniu familiares, assessores e amigos para uma oração, essa é a sua primeira ação sempre que se inicia uma nova legislatura.

Dos 513 deputados, 512 compareceram e fizeram o juramento: “Prometo manter, defender e cumprir a Constituição, observar as leis, promover o bem geral do povo brasileiro, sustentar a união, a integridade e a independência do Brasil”. Respondendo à chamada nominal, por estado, cada deputado disse: “Assim o prometo”.

O índice de renovação na Câmara na legislatura que se inicia é de 47,37%, segundo a Secretaria Geral da Mesa. Das 513 cadeiras disponíveis na Casa, 243 serão ocupadas por deputados "novos" (de primeiro mandato). Outros 251 parlamentares (49%) foram reeleitos e 19 (4%) já foram deputados em legislaturas anteriores.

Entre os 513 deputados empossados, há 436 homens e 77 mulheres (15% da Câmara). Ao todo, 125 deputados se autodeclaram negros (104 pardos e 21 pretos), o que corresponde a 24,3% do total. Os deputados brancos representam 75% da nova Câmara.