REDE apresenta Dr.Emerson como Pré-Candidato ao Governo de Sergipe

Por Uilliam Pinheiro

Publicado em 06/12/2017 as 14:53

Na noite de ontem, 05/12, na AEASE a Rede Sustentabilidade realizou evento de acolhimento de novos filiados e lançamento dos nomes dos pré-candidatos a majoritária e proporcionais. Segundo Dr. Emerson, a REDE apresenta a sociedade sergipana uma “alternativa de ruptura da polarização entre governistas e a oposição com DNA governista”.

Estavam presentes lideranças do PV, entre elas Reynaldo Nunes, Secretário Nacional do PV, e o ex-deputado estadual Ismael Silva. Para o Reynaldo Nunes, “hoje é um dia histórico para Sergipe, pois construirmos de forma programática com a REDE uma efetiva alternativa para a sociedade sergipana”.

No evento foram apresentados os novos filiados e realizado o curso de Formação Estatutária. Ainda foram apresentados os nomes dos pré-candidatos a deputados federais e estaduais. Ressalta-se que a maioria dos nomes à disposição desses cargos eletivos são nomes novos com grande representatividade em diversos segmentos da sociedade civil organizada.

Também para o Senado, a REDE apresentou quatro nomes que dialogarão internamente na busca pelo consenso democrático e apresentará no momento adequado um nome para compor a chapa com o PV conforme estabelecido entre ambos os partidos. Os nomes a disposição da REDE para o Senado são: o servidor público Eduardo Barbosa, o cantor e jornalista Rivando Gois, o major da PM Ildomário e o jovem ambientalista Fernando Carvalho.
Na presença de toda a liderança da REDE e do PV, Dr. Emerson foi conclamado por unanimidade pré-candidato ao Governo do Estado de Sergipe.



Num discurso emocionante, Dr. Emerson ressaltou que “a REDE abomina as velhas práticas da política como a compra da consciência dos cidadãos, o loteamento do Estado por cargos comissionados em troca de apoio político e o financiamento ilícito das campanhas que praticam um verdadeiro estelionato eleitoral”. Ele ainda ressaltou que “a REDE fala e faz diferente dessas práticas nocivas a sociedade e isso é o NOVO, ou seja, ter a coerência no que diz e no que faz”.