ALIANÇAS: JACKSON E ANDRÉ

Por Carlos Batalha

Publicado em 13/05/2017 as 12:45

Já comentei aqui, que na política tudo ou quase tudo é possível. Citei exemplos de alianças surpreendentes que aconteceram ao longo da nossa história política, e sem medo de errar, posso afirmar que muitas outras virão por aí.


Estamos ainda um tanto quanto longe das eleições de 2018, mas nos bastidores muito já se fala sobre o próximo pleito. Sergipe possui uma tradição onde mal termina uma eleição, e logo já se discute a outra.
No próximo ano teremos eleições para governo do estado, senado, deputados estaduais e federais, além de presidente da república.


Muitas são as especulações que começam a acontecer nos bastidores, especialmente para os cargos majoritários de governador, vice, e as duas vagas para o senado.


Alguns nomes aparecem se destacando em algumas pesquisas internas e podem se consolidar ao passar dos meses.


Para o governo do estado, o nome em maior destaque hoje é o do deputado André Moura. O líder do governo no congresso, além de estar muito bem relacionado em Brasília com as demandas do governo federal, tem feito um trabalho extraordinário em benefício do nosso estado, atendendo as necessidades dos municípios, independentemente de qualquer facção política, e isso deverá lhe render grandes dividendos.


O senador Valadares é outro nome de grande prestígio e possibilidade de disputar o governo do estado. O senador Eduardo Amorim também aparece com grandes possibilidades, mas a sua presença iria de encontro ao nome de André Moura.


Para o senado da república, alguns nomes também surgem, a exemplo de Laércio Oliveira, o próprio Valadares, Rogério Carvalho e principalmente o nome do governador Jackson Barreto.


Sem dúvida nenhuma, o nome de JB é o mais forte dentro deste contexto, e principalmente se acontecer uma composição que começa a se delinear mesmo de forma um tanto quanto discreta.


Os encontros entre Jackson Barreto e André Moura tem ocorrido com uma frequência constante, e diga-se de passagem, com benefícios para o estado de Sergipe, e ninguém fique surpreso se surgir em 2018 uma aliança mesmo que discreta, entre a velha raposa Jackson Barreto, e o político sergipano de maior prestígio em Brasília hoje, André Moura. O tempo dirá.


Carlos Batalha

Jornalista e radialista tendo iniciado a sua vida profissional na Radio Sociedade da Bahia. Chegou em Aracaju para trabalhar na Rádio Cultura de Sergipe passando por vários outros orgãos da nossa imprensa a exemplo da Rádio Jornal, Rádio Liberdade, Rádio e Tv Aperipê onde foi inclusive seu superintendente. Trabalhou também como apresentador na TV Atalaia, TV Jornal e TV Cidade. Exerceu na vida pública os cargos de assessor especial do governo Augusto Franco tendo sido Secretário de Estado de Comunicação e de Esportes no período de 2003 a 2007 e Secretário de Comunicação Municipal da Prefeitura de Aracaju no período de 2013 a 2016.