Programa Líder é iniciado no alto sertão sergipano

Por Betania Teixeira

Publicado em 01/11/2017 as 13:06

A proposta é mobilizar, qualificar e integrar lideranças regionais para a elaboração de uma agenda regional de desenvolvimento.

O Programa criado pelo Sebrae para mobilizar, qualificar e integrar lideranças regionais para a elaboração de uma agenda regional de desenvolvimento, foi iniciado esta semana em evento realizado em Nossa Senhora da Glória. Participaram gestores públicos municipais, empresários e representantes de instituições do terceiro setor.

De acordo com Emanoel Sobral, superintendente do Sebrae Sergipe, o Programa Líder é mais uma iniciativa para criar ambientes favoráveis para as micro e pequenas empresas nos municípios e regiões. “Nossa expectativa é que, ao final de 10 meses de atividades, o Líder tenha criado lideranças mobilizadas, capacitadas, integradas e comprometidas com o desenvolvimento sustentável do alto sertão”, destaca. 

E a região do alto sertão sergipano foi escolhida justamente porque já tem uma rede de atores que foi formada em um projeto anterior, o DET-Desenvolvimento Econômico e Territorial, também realizado pelo Sebrae. De acordo com Lucas Lamonier, que é secretário da Redizer-Rede de Cooperação do Alto Sertão, o Líder é uma continuidade bem vinda para fortalecer a governança e estabelecer maior interação entre os municípios. “A esperança é que possamos explorar ao máximo o potencial de todos os setores econômicos, estimular investimentos e trazer pessoas comprometidas”, explica.

Rafael Lucchesi, um dos profissionais responsáveis pela elaboração da metodologia Líder, confirma que o Líder é um movimento em rede pautado em pessoas. “Por isso um dos pilares do programa é a qualificação de pessoas que tenham potencial para aprender como funciona o processo de construção de uma agenda positiva, focada em desenvolvimento sustentável”, falou ele durante palestra. 

E isso será realizado por meio de oito encontros em que o grupo será orientado e capacitado por especialistas, sendo cada encontro com pauta específica: construção da coesão e identidade do grupo, gestão compartilhada da mudança, desenvolvimento da liderança empreendedora, oportunidades de articulação e negociação, escolha do futuro da região, formulação de estratégias de desenvolvimento, elaboração de Plano de Ação, institucionalização e governança do desenvolvimento. Ao final do processo espera-se que a região tenha uma visão de futuro construída de forma conjunta, para tornar o território mais competitivo e desenvolvido de forma sustentável.


 Agenda positiva

 O Líder envolve representantes dos municípios de Aquidabã, Canindé do São Francisco, Capela, Feira Nova, Gararu, Monte Alegre, Nossa Senhora das Dores, Nossa Senhora da Glória, Poço Redondo e Porto da Folha. 

“Essas pessoas vão auxiliar na gestão pública dos municípios, porque são elas que conhecem as questões regionais, portanto, esse programa é uma contribuição importante para nosso desenvolvimento”, diz o prefeito de Nossa Senhora da Glória, Francisco Nogueira. O secretário de turismo de Canindé do São Francisco, Kaká Andrade concorda. “O Sebrae se notabilizou por ser um parceiro do desenvolvimento e o Líder traz a proposta de melhorar a qualidade das pessoas que influenciam nas decisões públicas e a qualidade de nossos empreendedores”, diz ele.

Os empresários Josias Nunes Peixoto, que tem negócios em Itabaiana e Nossa Senhora da Glória, e Alessandra Matos, dona de restaurante em Capela, também se engajaram ao Líder. “Hoje ninguém trabalha sozinho e eu acredito nessa proposta porque esse é o caminho para empresas privadas trabalharem em parceria com o poder público para que a economia dos municípios se fortaleça”, diz Josias. “Eu me engajei porque sempre vi muita luz nos projetos do Sebrae e neste dá para perceber que os resultados serão bons para o comércio, a indústria e os serviços”, completa Alessandra.