Nova gestão do Nestor Piva prioriza o cuidado com as pessoas

Por Assessoria de comunicação

Publicado em 09/02/2019 as 11:03

No início da tarde dessa sexta-feira, 08, o radialista Carlos Batalha conversou com o médico Dr. Eduardo Pinto, diretor do Centro Médico do Trabalhador, durante a realização do programa “Batalha na Jornal”, apresentado na rádio Jornal 540 AM e 91,3 FM.

Segundo Batalha, objetivo de conversa com o médico Eduardo Pinto teve o intuito de conhecer melhor a estrutura da empresa que está responsável pela administração da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) “Nestor Piva”, na zona Oeste de Aracaju.

Recentemente, as ações desenvolvidas pela empresa Centro Médico do Trabalhador na UPA foi reconhecida pelo atual Secretário de Finanças de Aracaju, Jeferson Passos. Na ocasião, Jeferson disse que a Secretaria de Saúde estava com problema e buscou uma solução bastante inteligente, e que atendia ao principal objetivo do serviço público, que é garantir a oferta do serviço de saúde ao cidadão.

“A Secretaria de Saúde está satisfeita com a contratação do Centro Médico do Trabalhador”, declarou Jeferson.

Realizando um relato da gestão administrativa do Centro Médico do Trabalhador, Eduardo frisou que empresa é formada por 04 sócios. Todos especializados em gestão hospitalar. Inclusive, Eduardo já foi gestor na Maternidade Ildete Falcão Batista.

Uma das primeiras medidas adotadas ao assumir, ressaltou Eduardo, foi a estruturação das equipes médicas, farmácias, equipamentos, estrutura física (ar-condicionado). E, ocorrendo necessidade, empresa estará estruturando a parte externa da unidade de atendimento.

“Estamos estruturando o Nestor Piva. A população estava sem atendimento, tão logo assumimos reabrimos as atividades. Estamos trabalhando de forma que possamos atender a necessidade da população”, enfatizou.

De acordo com Eduardo, no mês de Janeiro foram realizados 13.072 atendimentos. Que, destacou o gestor, são serviços prestados que atenderam uma demanda de até 800 pessoas por dia. Evitando a ida do cidadão ao Hospital de Urgência de Sergipe (HUSE), consequentemente, não contribuindo com a superlotação.

“O empenho de nossa empresa é o de proporcionar a satisfação do paciente ao ver necessidade atendida. Estamos cuidando de pessoas", enalteceu.

Na oportunidade, Eduardo ressaltou que a UPA Nestor Piva está em atividade com o pleno funcionamento da sala de estabilização, com a presença de especialista em unidade de terapia intensiva, clínica médica e ortopedia.

Além disso, está garantindo todos os serviços de atendimento cirúrgico, ortopédico e clínico.

“Estamos trabalhando com o sistema de classificação de risco. Critério que assegura prioridade para quem necessita urgência e atende ao que preconiza o SUS, no Programa Nacional de Humanização no atendimento em saúde”, explicou.

Questionado sobre possibilidade de poder vir a assumir o do Hospital de Urgência Desembargador Fernando Franco, na Zona Sul da capital, após a ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público de Sergipe (MPE) para que o município de Aracaju promova de imediato a reabertura do hospital, o diretor foi enfático.

“Estamos apto para atender qualquer demanda programada”, concluiu.

Ao término da entrevista, foi destacado a desmistificação em relação com a privatização. Dando como exemplo a antiga Empresa Energética de Sergipe (Energipe), que era sinônimo de desserviço e prejuízo. Com a privatização, e chegada da Energisa, serviços melhoraram e foram ampliados.


VEJA ISSO:
Atendimentos em Novembro: 7.897
Atendimentos em Dezembro: 8.268
Atendimento em Janeiro: 13.072