Campanha de Vacinação Antirrábica começa em Aracaju com os postos volantes

Por Agência Aracaju de Notícias

Publicado em 16/10/2018 as 13:49
Foto: Ascom/SMS

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) deu início nesta segunda-feira, 15, a Campanha de Vacinação Antirrábica de 2018. O trabalho é realizado por meio do  Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) e tem como meta vacinar 47 mil animais, entre cães e gatos, até o dia 24 de novembro.

A campanha foi dividida em três etapas, e, até o final desta semana, estará acontecendo através dos Postos Volantes, que irão atuar na Zona de Expansão, compreendendo o Santa Maria, Aloque e o Lago da Aparecida.

Nesta primeira etapa, estão atuando quatro equipes, cada uma composta por aproximadamente 15 profissionais, que estão percorrendo casas, sítios, chácaras e fazendas dessas regiões. Devem ser imunizados os animais a partir dos quatro meses de idade, exceto os doentes com diarreia, secreção ocular ou nasal, sem apetite, convalescentes de cirurgias ou enfermidades.

Segundo o supervisor de endemias da SMS, Wilson Oliveira dos Santos, a secretaria adotou como estratégia iniciar o trabalho pelos locais mais afastados, com o objetivo de atingir um grande número de animais. “São regiões onde existem muitas propriedades que ficam longe, com acesso difícil, e fica muito complicado para o dono de um animal ir levá-lo até um posto fixo. Por isso, até a próxima sexta-feira, 19, nossas equipes vão realizar a vacinação de forma itinerante, passando de casa em casa, para que nenhum animal deixe de ser imunizado”, explicou.

Vacinação itinerante 

A moradora do bairro Santa Maria, Maria Alezandra da Silva, aprovou a vacinação itinerante. Na casa dela foram imunizados hoje quatro animais, sendo três cães e um gato. “Eu não teria condições de sair daqui de casa com estes quatro bichos para vacinar, então acho muito importante que a SMS realize essa vacinação na casa da gente. É uma forma de proteger nossos bichos de uma doença que não tem cura”, disse.

“A vacina é a única forma de prevenir a raiva. É uma doença fatal que pode ser transmitida aos seres humanos, por isso é importante que nós moradores, estejamos de portas abertas para a vacinação dos nossos animais de estimação”, enfatizou a moradora Ana Paula dos Santos. 

Próximas etapas

A  Campanha Antirrábica segue até o dia 24 de novembro, com a vacinação nos postos fixos, que foram divididos em três etapas e compreendem os dias 20 de outubro, 10 e 24 de novembro, sempre das 7h às 17h.

Nestes dias a SMS vai montar Postos Fixos para ofertar a vacina. No próximo sábado, dia 20, a campanha será feita na 6ª, 7ª e 8ª regiões de saúde, que compreendem os bairros: 18 do Forte, Palestina, Cidade Nova, Japãozinho, Coqueiral, Porto Dantas, Soledade, Lamarão, Santos Dumont, José Conrado de Araújo, São Carlos, Jardim Centenário, Bugio e Veneza I.

Já no dia 10 de novembro, a vacinação vai acontecer na 3ª 4ª e 5ª regiões, em bairros como Inácio Barbosa, Grageru, Luzia, Ponto Novo, Veneza II, América, Siqueira Campos, Suíssa, Cirurgia, Santo Antônio, Manoel Preto, Bairro Industrial, Jabotiana, Getúlio Vargas, conjuntos Médici I, Médici II, Leite Neto, Costa e Silva, e Castelo Branco.

E no último sábado, dia 24, a campanha vai abranger da 1ª e 2ª região de saúde, nos bairros Farolândia, Atalaia, Coroa do Meio, Aeroporto, Aruana, 17 de Março, Santa Maria, São Conrado, conjuntos Augusto Franco e Orlando Dantas.

Controle da Raiva

A raiva é uma doença transmitida pelos animais ao homem, de letalidade elevada, chegando a 100% nos animais que desenvolvem sintomas da doença. Por este motivo, é vital vacinar os animais de estimação.

A transmissão da raiva ocorre, principalmente, por meio da mordida de um animal infectado com o vírus e que esteja eliminando-o pela saliva. Há duas formas de raiva canina: a furiosa, que se caracteriza por inquietação, tendência ao ataque, anorexia pela dificuldade de deglutição e latido bitonal, e a forma muda, com inquietação, ausência de ataque e tendência a se esconder.