Aracaju participa de oficina sobre novo sistema do Bolsa Família em Brasília

Por Agência Aracaju de Notícias

Publicado em 05/09/2018 as 18:28

Profissionais da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) participaram de uma capacitação sobre o novo sistema de gestão do Programa Bolsa Família (PBF), realizado no auditório da Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz), em Brasília (DF). O evento foi uma iniciativa do Ministério da Saúde e contou com a participação de diversos representantes de outros municípios do Brasil.

O novo sistema começou a ser operado no mês passado e a mudança se deu por razões de segurança e tecnologia. A coordenadora do Serviço Social e do Programa Bolsa Família da SMS, Sindaya Belfort, explicou a importância da mudança para uma nova plataforma. “A mudança foi necessária para melhorar a segurança, a manutenção do programa, e também porque o software atual já estava ultrapassado. O sistema antigo vinha com algumas dificuldades e estava desde que o Programa Bolsa Família foi criado em 2004, então no tocante à informática, ele estava em uma plataforma bem desatualizada”, explicou.

Nova plataforma

Ainda de acordo com Sindaya, o Bolsa Família foi o primeiro sistema a ser integrado ao eSUS, mas devido ao fato de estar em uma plataforma diferente, essa integração não era muito efetiva. “Agora um só plataforma onde estão todos os outros sistemas de informação da Atenção Básica, facilita a interoperabilidade. Ou seja, os dados de um sistema migram de maneira mais rápida e efetiva para outro. Assim, a informação de acompanhamento da pessoa que é registrada no eSUS, pode complementar as informações que são inseridas no sistema do Bolsa Família”, disse.

Para a técnica responsável pela gestão do PBF da SMS, Sheyla Magna da Silva, que também participou da oficina, é indispensável a capacitação dos profissionais que atuam na execução de ações de monitoramento e acompanhamento das famílias beneficiárias do PBF na Saúde, para que conheçam todas as funcionalidades disponíveis e adequadas conforme o processo de trabalho de cada município.

“Eventos como esse são de extrema relevância para que os profissionais envolvidos na gestão do PBF possam estar alinhados ao que o programa exige. E sem dúvidas os conhecimentos adquiridos pela a nossa equipe, terão reflexos positivos para nossa cidade", falou.

Os conhecimentos adquiridos pelas profissionais através da oficina em Brasília estão sendo compartilhados com a equipe da SMS. “Inclusive a SMS realizou nesta quarta-feira, 05, no Centro de Educação Permanente em Saúde [Ceps], uma capacitação aos assistentes sociais da Rede de Atenção Primária [Reap], para compartilhar as informações recebidas da Oficina realizada em Brasília”, complementou.

Meta do Bolsa Família

Em Aracaju (SE), a SMS realiza o acompanhamento das famílias atendidas pelo programa. De 2014 até agora, foi a primeira vez que a Saúde atingiu a meta pactuada pelo município para acompanhamento, que deve ser de 70% das famílias com perfil 'saúde'.

“Ao entrar no programa Bolsa Família, a família compromete-se a cumprir condicionalidades nas áreas de saúde e educação. No que se refere à saúde, as famílias precisam estar vinculadas a uma unidade de saúde e realizar os cuidados básicos, como acompanhar o crescimento, desenvolvimento, seguir o calendário de vacinação para as crianças, a agenda pré-natal para gestantes, pós-parto e mães em amamentação”, complementa Sindaya.

A viagem foi financiada com recursos recebidos do Ministério da Saúde, ao cumprir estas metas pactuadas para a Educação, Saúde e Assistência.

Sobre o Bolsa Família

O PBF é um programa que contribui para o combate à pobreza e à desigualdade no Brasil. Foi criado em outubro de 2003 e garante uma renda mínima, todos os meses, para as famílias atendidas pelo Programa, benefício este que é transferido diretamente pelo Governo Federal.