Concurso indicará melhor pão francês da Grande Aracaju

Por Wellington Amarante

Publicado em 04/05/2018 as 13:47
Foto: UMC Sebrae

Panificadoras serão avaliadas a partir da próxima segunda, dia 7.

Quem fabrica o melhor pão francês da Grande Aracaju? A campanha que busca avaliar o item mais consumido no café da manhã dos sergipanos chega à sua quarta edição buscando reconhecer mais uma vez o talento dos panificadores e melhorar ainda mais a qualidade do produto comercializado nos estabelecimentos.

A campanha faz parte do Projeto Indústria Transformadora de Farinha de Trigo, desenvolvido por meio de uma parceria entre o Sebrae, o Moinho Motrisa e o Sindicato da Indústria de Panificação e Confeitaria do Estado de Sergipe (Sindipan-SE). Podem participar do concurso os estabelecimentos formalizados como microempreendedor individual, microempresa e empresa de pequeno porte sediados nos cinco municípios.

Neste ano a competição contará com uma grande novidade. Diferentemente das edições anteriores em que os candidatos preparavam as amostras e as encaminhavam para análise dos técnicos, uma equipe de avaliadores percorrerá entre os dias 7 e 11 de maio as panificações localizadas em Aracaju, Barra dos Coqueiros, São Cristóvão, Laranjeiras e Itaporanga para realizar as inscrições e coletar os pães que serão avaliados. Todo o processo é gratuito.

“Ao realizar in loco esse processo conseguiremos analisar aquele pão que é comercializado no dia a dia e não algo que pode ser preparado especialmente para um concurso. Isso aumenta a credibilidade do prêmio e garante ao consumidor a certeza de encontrar sempre um produto de qualidade nesses locais”, explica o gestor do Projeto, Thiago Oliveira.

Só serão permitidas amostras de pães do tipo francês, conhecidos regionalmente como pão jacó, pesando 50g, com tolerância de 5g para mais ou para menos. No momento da inscrição os concorrentes deverão doar dez unidades do produto, que serão encaminhados à duas instituições beneficentes, e indicar o nome do profissional responsável pela sua fabricação.

Critérios

Na primeira etapa do concurso os pães serão avaliados por técnicos do Moinho Motrisa e do Centro de Gastronomia da Universidade Tiradentes (Unit) de acordo com a norma ABNT NBR 161 70, que divide os critérios em três grupos: características externas (cor, pestana, crocância, aspecto, integridade e simetria); internas (aparência, cor, textura e estrutura de células do miolo) e sensoriais (aroma, sabor e resiliência). Cada item recebe uma nota de 0 a 10 pontos.

Após o processo de análise, os empresários receberão um laudo com as especificações técnicas do seu produto, sinalizando os pontos fortes e as oportunidades de melhoria.

Depois da primeira fase, será disponibilizado gratuitamente aos participantes um curso prático do Pão Francês e um guia completo de implementação da NBR 161 70. As empresas que obtiverem pontuação acima de 70% serão classificadas para última etapa, quando receberão uma nova visita dos avaliadores.

As três empresas com maior pontuação nos critérios serão premiadas e a primeira colocada será detentora do título ‘Melhor Pão Francês da Grande Aracaju - Edição 2018’. O resultado final será divulgado no dia 8 de julho, durante a festa em homenagem ao Dia do Panificador.

Serão distribuídos 20 sacos de farinha de trigo ao primeiro colocado, 15 ao segundo e 10 ao terceiro. Já os padeiros serão contemplados com notebook, tablet e uma bicicleta, respectivamente, seguindo a ordem de classificação.

Em 2017 a Panificadora Jubiabá, localizada no município de Estância, venceu a disputa com outros 40 concorrentes e conquistou o título de melhor pão francês do estado. Já o prêmio de melhor padeiro ficou com José Domingos, marido da proprietária Marleide Gonzaga.

Mais informações sobre o concurso podem ser obtidas pelos telefones (79) 2106 - 7727 e 99930 – 1530, além dos e-mails thiago.oliveira@se.sebrae.com.br , contato@estratex.com.br.