Projeto Sesc Com Unidade chega ao 17 de Março

Por Maria Aparecida Freire Onias

Publicado em 05/12/2017 as 12:06

Laércio Oliveira, presidente do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac, em parceria com o Instituto Mariana Moura e Prefeitura Municipal de Aracaju, instalou no último domingo, 03/12, no Bairro 17 de Março, zona de expansão de Aracaju, o Projeto Sesc Com Unidade.

Segundo o presidente, a iniciativa visa fortalecer o desenvolvimento local, ampliando a atuação do Sesc através da realização sistemática de atividades nas áreas de cultura, saúde, lazer, educação e assistência. “O Departamento Nacional do Sesc escolheu Sergipe para implantar a 1ª edição do Sesc Com Unidade. O projeto permanecerá no bairro durante oito meses. Se ele fluir positivamente será implantado em outros Estados. Nosso desafio é aprimorar o trabalho socioeducativo, tornando a população protagonista da própria dinâmica comunitária, visando mudar o cenário social existente”, destacou o presidente.

De acordo com o Prefeito de Aracaju, Edivaldo Nogueira, parcerias desta natureza, com entidades privadas, contribuem com a ampliação do trabalho social em regiões menos favorecidas da capital e que precisam de uma ação mais presente do poder público. “A Fecomércio está de parabéns pela iniciativa. O trabalho articulado, onde cada entidade entra com seu potencial de estrutura, recursos humanos e programação só vem acrescentar e beneficiar a população”, disse Nogueira.

E para marcar a chegada do projeto o Sesc promoveu uma programação especial com a apresentação da Orquestra Jovem, campanhas de saúde, jogos, atividades recreativas e oficinas de leitura na unidade móvel Bibliosesc. Além da programação cultural, foi ofertado pelo Senac corte de cabelo e serviço de pedicure e manicure. Emissões de certidões de casamento, nascimento e orientações jurídicas ficaram por conta da Defensoria Pública do Estado. O INSS também estava presente com um balcão de atendimento para agendamento, consultas, simulações previdenciárias, orientações e emissão de guias. O instituto de Identificação de Sergipe fez a emissão de RG e a Secretaria de Assistência Social de Aracaju realizou mutirão de inclusão em programas sociais.

As apresentações especiais de música, percussão e dança, frutos de oficinas já realizadas no centro comunitário, através do Projeto Família na Praça, chamou a atenção do público e reforçou a importância de levar ações culturais voltadas para a juventude.

A Juíza Adelaide Moura, representante do Instituto Mariana Moura, destacou a importância do projeto como um meio de transformação social, através do trabalho educativo que envolverá toda a comunidade do Bairro 17 de Março. “Nosso propósito é qualificar a comunidade, para que ela entenda sua condição de vulnerabilidade e transforme essa realidade em algo produtivo e positivo para sua família e seu entorno”, reforçou a magistrada.