Seminário debate desafios da mulher na sociedade

Por Jonatan Santana

Publicado em 04/04/2017 as 22:28
Foto: Divulgação

Na próxima sexta-feira, dia 7 de abril, acontece a Conferência Livre "Saúde das Mulheres: desafios para a integralidade com equidade". O evento, organizado pelo Coletivo Mulheres Livres, será no auditório da Embrapa, das 08h às 17h, e tem como objetivo discutir temas voltados às mulheres negras, LGBT, indígenas, soropositivas e de segmentos sociais não representados ainda nos conselhos de saúde -- visando encaminhar propostas de atenção integral à saúde da mulher para apreciação da Conferência Regional  de Saúde da Mulher de Aracaju.

A conselheira municipal e estadual de saúde pelo Sindicato de Odontologia, Lisandra Lima, é uma das organizadoras e explica que o seminário é uma realização independente e tem a colaboração do Coletivo de Mulheres de Aracaju e, também, de voluntárias atuantes na questão da mulher na sociedade. “As conferências são instrumentos de participação social para discussão de temas de relevância social, como saúde, educação, segurança etc., além de, ainda, facilitar o encaminhamento de propostas para construção das políticas públicas respectivas às mulheres. A partir deste encontro, temos o intuito de estimular outras mulheres a participarem da I Conferência Estadual da Mulher de Sergipe e, consequentemente, da II  Conferência Nacional de Saúde da Mulher, que acontecerá em Brasília no mês de agosto”, disse.                      

O evento também terá debates com a presença da advogada Valdilene Cruz, vice-presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher da OAB/SE e da assistente social, professora, ativista LGBT e pela equidade, Adriana Lohanna. “O objetivo maior é ouvir as mulheres e propor a discussão de sua saúde a partir de eixos definidos pelo regimento da Conferência Nacional de Saúde”, acrescenta Lisandra.