O FILHO NU DO CORONEL

Por Carlos Batalha

Publicado em 24/06/2017 as 14:51

Início da década de 80. Local. Estádio Lourival Baptista. Jogo. Sergipe x Confiança.


Como era normal à época quando da realização de grandes clássicos, o Batistão estava lotado.


A expectativa era grande para a entrada dos times em campo, quando um dos grandes dirigentes que já marcaram presença no nosso futebol, Elcarlos Cruz, resolveu pregar uma peça no seu grande amigo e também meu, uma grande figura e grande ser humano, Coronel Tadeu Cruz, que infelizmente já nos deixou.


Elcarlos, discretamente, chamou um dos filhos de Tadeu, que estava à época com 12 anos, e tascou a pergunta. "Tem coragem de entrar nu em campo junto com o Confiança? Lhe dou 10 paus". Na mesma hora o filho de Tadeu respondeu. "Claro que tenho" e correu para o vestiário onde ficou do jeito que veio ao mundo.


Os times entraram em campo, e Elcarlos na maior cara de pau, sentado no setor das cadeiras ao lado do próprio Tadeu, de outro grande dirigente, Jorge Araújo, e outros amigos, foi quem chamou a atenção do fato inusitado, quando então, o inocente Tadeu começou a gargalhar. "kkkkk olhe um garoto nu, e minutos depois caiu a ficha. "Epa é meu filho. Sai daí menino," berrava o surpreso pai.


Não precisa dizer que quem presenciou a cena não se conteve em risos.


Há quem diga, que Tadeu Cruz, que faleceu muitos anos depois, partiu sem saber quem lhe pregou a peça.